Sindicatos franceses planejam interromper serviços em dias de jogos da Euro 2016

PARIS (Reuters) - O sindicato francês Force Ouvriere irá interromper o tráfego de mercadorias e transporte público em cidades que receberão jogos da Euro 2016 até que uma controversa lei trabalhista seja retirada, disse uma alta autoridade da divisão de transportes nesta sexta-feira.

"Decidimos que cada dia de partidas nas cidades pertencentes à federação será de greves", disse à Reuters Patrice Clos, que chefia a divisão de transportes do sindicato, após encontro de membros.

"Foi decidido que à medida em que esta lei toca a economia dos trabalhadores, vamos atingir a economia da Euro... até que seja retirada", disse.

Ele disse que setores incluem tráfego pesado de mercadorias, transporte público, ambulâncias e coleta de lixo.

O torneio, que dura um mês, tem início no Stade de France, nos arredores de Paris, em 10 de junho.

(Reportagem de Emmnauel Jarry)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos