Vendas antecipadas de soja nos EUA disparam com rali de preços

CHICAGO (Reuters) - Os produtores norte-americanos venderam nesta primavera quase o dobro da quantidade normal de soja da nova safra, aproveitando um rali de 14 por cento nos mercados futuros para travar lucros de uma colheita cujo plantio ainda não foi nem finalizado.

As vendas podem reduzir os prêmios da soja --a diferença entre o preço dos mercados futuros e dos mercados físicos-- nos silos de grãos do Meio-Oeste norte-americano durante a colheita. As ofertas para soja com entrega no outono já começaram a cair, com os contratos futuros disparando nos últimos dois meses.

Angie Setzer, vice-presidente de grãos da Citizens, que opera armazéns de grãos em Michigan, estima que seus clientes já fecharam vendas correspondendo a cerca de 30 por cento a 50 por cento da produção da nova safra de soja.

Em um ano típico, as vendas de soja dos produtores no fim de maio ficam, em média, entre 15 por cento e 25 por cento da produção esperada.

"A maioria deles está tirando vantagem (do rali)", disse Setzer. "É definitivamente uma das coisas em que sempre que você recebe uma oportunidade de lucrar, você quer aproveitá-la."

(Por Mark Weinraub)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos