Fluxo cambial fica negativo em US$ 3 bi em maio, diz BC

Bruno Federowski

SÃO PAULO, 8 Jun (Reuters) - O fluxo cambial, saldo de entrada e saída líquida de moeda estrangeira do país, ficou negativo em R$ 3,001 bilhões em maio, anulando parte do ganho verificado em abril, quando havia registrado o melhor resultado mensal em um ano.

Segundo informações divulgadas pelo Banco Central nesta quarta-feira (8), a conta comercial manteve a tendência dos últimos meses e apresentou superavit de US$ 8,433 bilhões, melhor número desde maio de 2013 (US$ 14,098 bilhões). Trata-se do sétimo mês seguido em que a rubrica fica no azul.

Já a conta financeira --por onde passam investimentos diretos, em portfólio e outros-- apresentou deficit de US$ 11,434 bilhões, o maior desde dezembro de 2014 (US$ 14,542 bilhões).

No mês passado, o dólar registrou a maior alta em oito meses, pressionado por preocupações com o cenário político brasileiro. Desde então, porém, a moeda norte-americana retomou a trajetória de queda e era negociada abaixo de R$ 3,40 nesta sessão. 

O fluxo cambial ficou negativo em US$ 937 milhões nos três primeiros dias de junho, com deficit de US$ 959 milhões na conta financeira e superavit de US$ 22 milhões na conta comercial.

No acumulado do ano até o dia 3 de junho, o fluxo ficou negativo em US$ 7,786 bilhões, comparado ao superavit de US$ 16,156 bilhões no mesmo período do ano anterior. No acumulado deste ano, a conta comercial tinha superávit de 21,500 bilhões de dólares e a financeira, rombo de US$ 29,286 bilhões.

(Edição de Flavia Bohone)
 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos