Vídeo feito por vítima de massacre de Orlando registra momento dos disparos

Por Angela Moon

NOVA YORK (Reuters) - O último vídeo que Amanda Alvear publicou no aplicativo Snapchat começa com uma tomada que a mostra na pista de dança da boate em Orlando cercada por amigos, e termina com disparos de armas de fogo encobrindo a música.

Amanda, de 25 anos, foi identificada pela polícia nesta segunda-feira como uma das 49 pessoas mortas por um atirador na boate gay Pulse de Orlando, na Flórida, o pior ataque a tiros da história dos Estados Unidos. Mercedez Flores, de 26 anos, que era amiga de Amanda e trabalhava para a empresa Target, também é uma das 46 vítimas fatais cujos nomes já foram divulgados pelo Departamento de Polícia de Orlando.

Também nesta segunda-feira, a irmã de Amanda, Ashley Velez, postou uma foto da dupla com a legenda "duas almas lindas foram levadas cedo demais. Minha irmã Amanda está à direita e sua melhor amiga, Mercedez Flores. Vocês vão fazer falta, meninas."

Homenagens às vítimas do massacre inundaram as redes sociais nesta segunda-feira à medida que as autoridades confirmavam seus nomes. A escritora britânica J.K. Rowling foi uma das mais conhecidas a expressarem sua tristeza, mencionando uma vítima que tinha uma relação tangencial com sua saga "Harry Potter".

"Luis Vielma trabalhava na atração de Harry Potter do (parque da) Universal", contou Rowling no Twitter. "Ele tinha 22 anos. Não consigo parar de chorar. #Orlando".

Luis tinha um emprego de meio período como atendente de uma atração do parque temático e estudava fisioterapia na escola Seminole State College, de acordo com seu perfil no Facebook.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos