Líder de partido britânico anti-UE comemora triunfo em referendo

Por Estelle Shirbon

LONDRES (Reuters) - A decisão do Reino Unido de votar pela separação da União Europeia é um triunfo para Nigel Farage, o conflituoso político anti-imigração que explorou uma revolta popular profunda que seus adversários foram incapazes de compreender.

Em uma noite que pareceu começar mal para o líder do Partido da Independência do Reino Unido (Ukip, na sigla em inglês), já que as pesquisas de opinião de voto mais recentes previam um derrota do campo do "sai" no referendo de quinta-feira, Farage disse que a princípio a campanha do "fica" aparentava estar prestes a vencer.

Mas a votação terminou com uma vitória para Farage, e na manhã desta sexta-feira ele declarou com empolgação que a escolha pela saída britânica da UE, apelidada localmente de Brexit, anunciou uma nova era para a nação.

"A UE está fracassando, a UE está morrendo. Espero que tenhamos derrubado o primeiro tijolo desse muro. Espero que seja o primeiro passo rumo a uma Europa de Estados-nações soberanos", disse, prevendo que a Holanda e a Dinamarca seguirão o mesmo caminho.

O polêmico líder, que já causou indignação mais de uma vez, afirmou que o resultado foi obtido "sem que uma única bala fosse disparada".

O comentário desencadeou acusações de insensibilidade devido ao assassinato da parlamentar pró-UE Jo Cox na semana passada, após o qual o homem acusado de matá-la disse a um tribunal que seu nome é "morte aos traidores, liberdade para o Reino Unido".

Mas, mesmo com sua abordagem áspera, Farage finalmente conquistou o objetivo que perseguiu incansavelmente durante seus 25 anos na política.

"Foi um jornada danada de longa, esta", disse aos repórteres, relembrando que na primeira eleição que disputou, em 1994, ficou em penúltimo lugar, só derrotando o comediante Screaming Lord Sutch por um punhado de votos.

"Agora há 17 milhões de pessoas que votaram pela saída. É uma vitória das pessoas comuns, das pessoas decentes. É uma vitória contra os grandes bancos mercantilistas, contra as grandes corporações e contra a elite política."

Farage amargou anos na periferia da política britânica. Membro do Parlamento Europeu desde 1999, ele ficou famoso por tentar minar o sistema pelo lado de dentro, tendo chegado a dizer ao então presidente do Conselho Europeu, Herman Van Rompuy, que ele tinha "o carisma de um trapo encharcado".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos