Bancos e Petrobras pressionam e Bovespa fecha em queda de 1,5%, mirando Reino Unido

SÃO PAULO (Reuters) - O sentimento de aversão ao risco ainda predominou sobre os negócios na Bovespa nesta segunda-feira, com os mercados repercutindo pelo segundo dia a decisão do Reino Unido de deixar a União Europeia.

Papéis de peso como Petrobras e os de bancos foram os que mais pressionaram a baixa na bolsa paulista.

Segundo dados preliminares, o Ibovespa recuou 1,53 por cento, a 49.339 pontos. O giro financeiro foi de 4,84 bilhões de reais.

Para ver as maiores baixas do Ibovespa, clique em

Para ver as maiores altas do Ibovespa, clique em

(Por Priscila Jordão)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos