Google e Viacom vencem apelação de caso sobre privacidade de crianças

(Reuters) - Google e Viacom venceram nesta segunda-feira a apelação de uma ação coletiva de pais que alegam que as empresas rastrearam ilegalmente a atividade online de crianças menores de 13 anos que assistiram a vídeos e jogaram no site da Nickelodeon.

Por três votos a zero, o terceiro Circuito de Apelações da Filadélfia disse que o Google e a Viacom não eram responsáveis sob diversas leis federais e estaduais por instalar cookies em computadores de meninos e meninas para reunir dados que anunciantes poderiam usar para enviar anúncios direcionados.

O tribunal também reviveu uma queixa de privacidade baseada em lei estadual contra a Viacom, alegando que a empresa prometeu que o site Nick.com não coletaria as informações pessoais de crianças, mas o fez mesmo assim.

Jay Barnes, advogado que representava os pais, não quis comentar. O Google não respondeu imediatamente a um pedido de comentários.

O porta-voz da Viacom, Jeremy Zweig, disse que a empresa está feliz em anunciar a dissolução e está confiante que prevalecerá na queixa remanescente.

(Por Jonathan Stempel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos