Presidenciável francês Juppé pede referendo sobre UE reformulada

PARIS (Reuters) - A Europa precisa ser reinventada de acordo com um novo plano que possa ser submetido a um referendo para toda a União Europeia, mas seria "totalmente irresponsável" realizar um plebiscito na França antes disso, disse o presidenciável francês Alain Juppé nesta segunda-feira.

Falando depois da saída do Reino Unido do bloco, Juppé também disse que o rompimento da Grã-Bretanha deve ser tratado com rapidez.

"Seria totalmente irresponsável organizar um referendo na França neste momento", afirmou o ex-primeiro-ministro francês ao jornal Le Monde. Primeiro a Europa teria que ser "reinventada", disse.

"Um referendo será necessário em algum ponto da reconstrução da Europa, não somente na França, mas em todos os países em questão", disse Juppé.

O ex-premiê se junta a um coro crescente de políticos franceses que, desde a desfiliação britânica, vêm pedindo um referendo a respeito da UE na França, entre eles Emmanuel Macron, ministro da Economia do presidente francês, François Hollande.

Mas, com exceção do partido de extrema direita Frente Nacional, estes clamores pedem a votação de alguma forma nova para um projeto ou tratado da UE, e não para a saída do bloco.  

Na França, um país cada vez mais desiludido com a Europa, o resultado de um referendo seria difícil de prever. Em 2005, uma proposta para uma nova Constituição para a UE foi bloqueada por consultas populares de franceses e holandeses.

(Por Brian Love)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos