Unicef diz haver relatos de 25 crianças mortas após ataques aéreos na Síria

BEIRUTE (Reuters) - Vinte e cinco crianças teriam morrido em ataques aéreos que atingiram áreas densamente povoadas de uma cidade do leste da Síria, informou o Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef).

Citando relatos de seus parceiros locais em solo sírio, a entidade disse que agentes de saúde teriam retirado corpos de crianças de destroços na cidade de Al-Quria, da província de Deir al-Zor, majoritariamente controlada pelo Estado Islâmico.

No sábado, o grupo de monitoramento Observatório Sírio dos Direitos Humanos relatou que os ataques aéreos realizados por aviões de guerra sírios ou russos mataram dezenas de pessoas em Al-Quria.

Deir al-Zor liga a capital de fato do Estado Islâmico na cidade síria de Raqqa a territórios sob seu comando no Iraque.

"Há relatos de que três ataques atingiram áreas densamente povoadas, incluindo uma mesquita, durante o momento das orações", disse a organização em comunicado. "A organização do Unicef deplora estes ataques e pede a todas as partes do conflito que poupem as crianças."

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos