Raízen retomará operação de usina Bom Retiro em 2017, diz fornecedor de cana

Por Marcelo Teixeira

SÃO PAULO (Reuters) - A Raízen, maior produtora de açúcar do mundo, vai retomar as operações de uma usina de açúcar e etanol parada desde o início de 2015, quando baixos preços do adoçante tornaram a unidade economicamente inviável, afirmou à Reuters um importante fornecedor que participa do projeto.

A Raízen é uma joint venture entre Cosan e a Shell. A companhia não comentou imediatamente a informação.

A usina Bom Retiro fica na região de Piracicaba, interior de São Paulo, um importante centro de processamento de cana para a Raízen, que opera outras quatro usinas na região. Quando parou as operações, a unidade tinha capacidade de moagem de cerca de 1,4 milhão de toneladas por ano.

A Vignis, uma companhia de biotecnologia responsável por novos canaviais para a usina, disse que as operações devem ser retomadas em julho de 2017.

Atualmente, os preços do açúcar bruto em Nova York estão oscilando nos maiores níveis desde 2012, com o mercado se preparando para déficits globais do produto.

Em nota, a "Raízen informa que a operação agrícola da unidade Bom Retiro, cuja parte industrial foi hibernada no início de 2015, continua normalmente. Projetos relativos ao retorno da operação industrial daquela unidade estão em constante análise, mas não há nada concreto até o momento, visto que estamos dando ênfase à safra atual. A empresa informará ao mercado caso resolva retornar com a operação". 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos