Rajoy promete iniciar conversas sobre formação de governo espanhol na quinta-feira

BRUXELAS (Reuters) - O primeiro-ministro interino da Espanha, Mariano Rajoy, disse que irá iniciar conversas com outros partidos políticos para a formação de um governo na quinta-feira, já que não conseguiu obter uma maioria parlamentar na eleição da semana passada.

Sua legenda, o conservador Partido Popular (PP), conquistou a maioria dos votos no pleito de domingo, e com isso mais assentos em relação à votação inconclusiva de dezembro, mas a Espanha pode enfrentar mais um período longo de impasse se os partidos não se entenderem a respeito de uma coalizão em potencial.

Como o PP ficou a 39 cadeiras de uma maioria parlamentar, precisa agora angariar o apoio ou do Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE), seu rival de longa data que ficou em segundo nas urnas, ou do quarto colocado, o liberal Ciudadanos, e vários outros grupos menores.

Rajoy irá necessitar no mínimo que outros líderes concordem em se abster na votação de moções de confiança para permitir o funcionamento de um governo de minoria.

"A partir de amanhã, começarei a conversar com as várias forças políticas para ver a disposição de cada uma para encontrar uma saída desta situação", disse Rajoy em uma coletiva de imprensa em uma cúpula da União Europeia em Bruxelas.

Até agora o PSOE tem se mostrado dividido sobre a ideia de deixar o PP governar. Já o líder do Ciudadanos afirmou estar disposto a conversar com o PP, mas não a apoiar um gabinete liderado por Rajoy.

(Por Robin Emmott)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos