PF e Receita Federal lançam operação contra grilagem de terras e lavagem de dinheiro

(Reuters) - A Receita Federal lançou a operação Rios Voadores nesta quinta-feira em conjunto com a Polícia Federal, o Ministério Público Federal e o Ibama contra organização especializada em grilagem de terras públicas, crimes ambientais e lavagem de dinheiro, com atuação no Estado do Pará, segundo comunicado da Receita.

"A organização criminosa agia grilando terras públicas no interior e entorno da Terra Indígena Menkragnoti, situada no município de Altamira (PA) e região, promovendo o desmatamento e queimadas", disse a Receita.

"Os criminosos utilizavam “laranjas” para o registro em Cadastros Ambientais Rurais (CAR) na tentativa de iniciar o processo de regularização fundiária e de maneira a permitir que eles assumissem o dano ambiental junto aos órgãos de fiscalização. Posteriormente a área degradada era loteada e revendida/arrendada para agropecuaristas."

Segundo a Receita, o dano ambiental já comprovado por perícias ultrapassa 160 milhões de reais, e o prejuízo aos cofres públicos pelo não recolhimento de tributos devidos pode chegar a 50 milhões de reais.

Participam da operação 95 agentes da PF, 15 integrantes da Receita e 30 do Ibama. Foram expedidos 51 mandados, sendo 24 de prisão preventiva.

(Por Alexandre Caverni, em São Paulo)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos