Hillary irá questionar tropeços de Trump como empresário em visita a Atlantic City

Por John Whitesides

ATLANTIC CITY, Nova Jersey (Reuters) - A concorrente presidencial democrata Hillary Clinton irá viajar nesta quarta-feira à cidade de Atlantic City, que abriga diversos cassinos e alguns dos maiores empreendimentos de Donald Trump, para atacar o histórico empresarial de seu provável rival republicano na corrida pela Casa Branca.

Hillary está chamando a atenção para a falência de cassinos de Trump e as queixas feitas contra ele por fornecedores para argumentar que não se pode confiar a formulação de políticas econômicas ao empresário de Nova York.

Seu ataque aos negócios de Trump coincide com o momento em que o magnata está questionando a integridade da democrata em função de um relatório no qual o FBI critica Hillary pelo uso de um servidor de e-mail pessoal quando era secretária de Estado dos EUA.

Na terça-feira, o diretor do FBI, James Comey, disse que a agência não irá recomendar que Hillary seja acusada criminalmente pela prática, mas repreendeu a ex-primeira-dama pelo que afirmou ter sido o manuseio "extremamente descuidado" de material sigiloso em seus servidores, e contradisse afirmações de Hillary segundo as quais ela nunca transmitiu ou recebeu material sigiloso naquele sistema de e-mails.

Um funcionário da campanha de Hillary em Atlantic City disse que a candidata irá enfatizar o histórico de falências de Trump, seus negócios com fornecedores e os empregos perdidos em decorrência de suas atividades comerciais.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos