Enchentes deixam 22 mortos e 170 mil desabrigados na Índia

NOVA DÉLHI (Reuters) - Enchentes provocadas por chuvas torrenciais mataram ao menos 22 pessoas na Índia e forçaram mais de 170 mil a saírem de casa, disseram autoridades nesta segunda-feira, e os meteorologistas preveem mais chuvas para os próximos dias.

As chuvas de monção na Índia, embora vitais para a agricultura, muitas vezes geram mortes e destruição. A chuva ficou 35 por cento acima da média na semana que terminou em 6 de julho, informou o escritório de meteorologia.

Vinte pessoas foram mortas no Estado central de Madhya Pradesh, onde 70 mil pessoas ficaram desabrigadas pelo nível das águas, que atingiu proporções perigosas em partes do rio Narmada.

Bombeiros atravessaram ruas onde a água estava quase altura da cintura para resgatar mulheres e crianças em vilarejos inundados, enquanto equipes de resgate usaram botes infláveis para alcançar pessoas presas em áreas urbanas.

A chuva forte deixou ao menos dois mortos na região de Assam. Cerca de 100 mil pessoas foram forçadas a sair de casa para partes mais altas da região, disseram autoridades.

(Reportagem de Biswajyoti Das e Rupam Jain)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos