Equipes resgatam 366 imigrantes no Mediterrâneo; 20 morrem

Em Roma

Equipes de resgate salvaram 366 imigrantes de frágeis barcos tentando cruzar o Mediterrâneo até a Itália, mas pelo menos 20 pessoas se afogaram, segundo relatos, disse a polícia italiana neste sábado (16).

Os sobreviventes, resgatados em quatro operações separadas, foram levados ao porto siciliano de Augusta, onde foram interrogados na sexta-feira (15) à noite pela unidade da polícia italiana Interforce, que combate a imigração ilegal.

O navio norueguês Siem Pilot foi ajudar um bote que afundou no canal siciliano, mas muitos imigrantes já estavam no mar quando chegou, disse Antonio Panzanaro, autoridade da Interforce, à Reuters.

Um corpo foi recuperado, mas sobreviventes disseram que pelo menos 20 pessoas haviam se afogado antes de o navio chegar, disse Panzanaro. Havia 82 mulheres e 25 crianças entre as 366 pessoas resgatadas, segundo ele. Os sobreviventes eram principalmente da Nigéria, Etiópia, Eritréia e Bangladesh.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos