Chile emite alerta de saúde por problemas com preservativos

SANTIAGO (Reuters) - Autoridades de saúde do Chile emitiram nesta terça-feira um alerta e disseram estar investigando problemas relatados com preservativos de fabricação chinesa distribuídos gratuitamente nos centros de saúde da família em todo o país.

O instituto de saúde pública ordenou a interrupção da distribuição de três lotes de aproximadamente 1,7 milhão de preservativos Kaiju enquanto investiga relatos de que eles se rompem durante o uso e são muito pequenos.

"Esta é uma medida preventiva para evitar qualquer problema com os usuários do produto e para mostrar vigilância", disse a autoridade de saúde Jaime Burrows.

Os problemas podem estar relacionados ao armazenamento incorreto, disse o diretor do instituto de saúde pública Alex Figueroa, acrescentando que as pessoas foram orientadas a não usar os preservativos já distribuídos.

A Kaiju disse em sua página do Facebook que o produto chegou ao Chile em 2014 e 2015 e tinha sido totalmente testado sem problemas.

(Reportagem de Reuters TV)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos