Emboscada mata oito militares de força especial de segurança no Paraguai

ASSUNÇÃO (Reuters) - Uma emboscada contra uma patrulha das forças de segurança do Paraguai deixou oito militares mortos no norte do país, onde opera o grupo armado EPP, informou neste sábado a imprensa local.

O ministro do interior, Francisco de Vargas, disse que o ataque aconteceu nas primeiras horas da manhã em uma estrada rural do Departamento de Concepción, na localidade de Arroyito, a 450 quilômetros ao norte de Assunção - área considerada de influência do grupo.

Segundo reportagens da mídia local, os mortos eram integrantes da Força tarefa Conjunta criada pelo governo em 2013 para combater o Exército do Povo Paraguaio, um pequeno grupo de esquerda que mantém sequestradas três pessoas e tem a ambição de se transformar em uma guerrilha semelhante às Farc colombiana.

O governo paraguaio pretende divulgar mais tarde um comunicado oficial sobre as mortes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos