Lewandowski deixa para Senado definir se cassação e perda de direitos de Dilma serão em votações separadas

BRASÍLIA (Reuters) - O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, determinou nesta quarta-feira que o Senado definirá se a cassação do mandato da presidente afastada Dilma Rousseff e a perda dos direitos políticos da petista serão decididos em votações separadas.

(Reportagem de Lisandra Paraguassu)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos