Reino Unido acusa 6 adolescentes suspeitos de matarem um polonês de crime de ódio

LONDRES (Reuters) - Seis adolescentes de uma cidade inglesa a leste de Londres foram soltos sob fiança depois de serem presos sob suspeita de terem matado um polonês supostamente em crime de ódio, informou a polícia britânica nesta quarta-feira.

A polícia relatou um aumento nos crimes de ódio no Reino Unido desde que o país votou pela desfiliação da União Europeia em um referendo de junho, na esteira de uma campanha que críticos disseram ter atiçado a xenofobia e o racismo.

O homem de 40 anos, que reportagens da mídia local identificaram como o operário Arek Jozwik, sofreu lesões na cabeça durante um ataque em uma rua de Harlow no sábado e morreu no hospital na noite de segunda-feira, informou a polícia de Essex.

Um segundo homem de 43 anos também foi agredido e sofreu possíveis fraturas nas mãos e ferimento no estômago. Ela já teve alta do hospital.

Cinco garotos de 15 anos e um de 16 anos foram presos por suspeita de homicídio, disse a polícia. Uma linha de investigação é que o ataque foi um crime de ódio, segundo a corporação.

O grupo foi libertado sob fiança até 7 de outubro enquanto novos inquéritos são realizados.

Em junho o embaixador da Polônia em Londres disse estar "chocado e profundamente preocupado" com os relatos sobre um aumento de agressões xenofóbicas contra a comunidade polonesa no Reino Unido, estimada em 850 mil pessoas.

(Por Paul Sandle)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos