Economia da França desacelera no 2º tri pela primeira vez desde 2013

PARIS (Reuters) - A economia da França desacelerou no segundo trimestre deste ano pela primeira vez desde o início de 2013, afetada pela queda nos gastos do consumidor, em um golpe para o presidente François Hollande antes da eleição presidencial de abril.

Na terceira estimativa para o período, a agência nacional de estatísticas, INSEE, revisou para baixo sua leitura para o segundo trimestre, para uma contração de 0,1 por cento, após estimativas anteriores de estagnação.

A contração na segunda maior economia da zona do euro aconteceu após um crescimento robusto no período de janeiro a março. Os gastos do consumidor, motor da economia francesa, recuaram 0,1 por cento sobre o trimestre anterior. Os estoques caíram com força, disse o INSEE, cortando 0,7 ponto do PIB.

A fraqueza da demanda das famílias e dos investimentos compromete as afirmações recentes de Hollande, que tem indicado que irá concorrer à reeleição, de que a economia está se fortalecendo.

(Reportagem de Richard Lough)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos