Facebook se desculpa por exagerar em importante métrica de anúncios

(Reuters) - O Facebook se desculpou nesta sexta-feira por um erro na maneira como computou uma métrica essencial de visualização de vídeos que amplificou significativamente o tempo de visualização dos usuários em sua plataforma.

A gigante rede social disse algumas semanas atrás que a métrica para o tempo médio que usuário passaram assistindo vídeos foi artificialmente inflada, uma vez que contava apenas vídeos assistidos por mais de três segundos.

Naquele momento, o Facebook disse que a discrepância não impactou o faturamento de anúncios e introduziu novas métricas para substituir o método antigo.

A receita de anúncios foi o maior guia da receita total da empresa no último trimestre, aumentando 63 por cento, para 6,24 bilhões de dólares.

"Embora este seja apenas uma das muitas métricas que os profissionais de marketing analisam, levamos qualquer erro a sério", disse o vice-presidente de negócios e parceria de marketing do Facebook, David Fischer, em um post.

(Por Narottam Medhora e Jessica Toonkel)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos