Militantes nigerianos no Delta do Níger reivindicam 1° ataque contra hub de energia desde cessar-fogo

LAGOS (Reuters) - O grupo militante nigeriano Vingadores do Delta do Níger informou neste sábado ter realizado seu primeiro ataque no hub de energia do sul do país desde que declarou, em agosto, estar cessando hostilidades para negociar com o governo.

Os militantes, que disseram ter atacado a linha de exportação de petróleo Bonny, na noite de sexta-feira (horário local), haviam lançado ataques, nos meses anteriores, que chegaram a cortar em um terço a produção petrolífera, que foi de 2,1 milhões de barris de petróleo por dia no começo do ano.

Em um comunicado em seu website, o grupo informou que “derrubou as atividades de produção de petróleo” na linha de Bonny, através de sua “equipe de ataque”. A Reuters não conseguiu imediatamente verificar os detalhes de forma independente.

Os Vingadores, que querem que uma parcela maior das riquezas de petróleo da Nigéria vá para o Delta do Niger, onde a maior parte da commodity é produzida, disseram que o ataque foi um “alerta” para o governo, o qual acusaram de intimidar jovens na região desde que o cessar-fogo começou.

“Embora nos tivesse sido prometido que as preocupações do Delta do Níger seriam atendidas quando a trégua fosse declarada, as atividades do governo e seus agentes não têm sido afirmativas o suficiente, não tem havido progresso”, disse o grupo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos