Homem confessa ataque a tiros em Washington, dizem documentos judiciais

MOUNT VERNON, EUA (Reuters) - Um homem de 20 anos confessou ter matado cinco pessoas num ataque a tiros num shopping em Burlington, Washington, nos Estados Unidos, disseram promotores em documentos judiciais apresentados nesta segunda-feira.

Arcan Cetin, nascido na Turquia e residente legal nos EUA, foi indiciado por cinco casos de assassinato em primeiro grau nesta segunda-feira, numa sessão curta na corte do condado de Skagit, em Mount Vernon, Washington, e foi mantido preso com fiança fixada em 2 milhões de dólares.

De acordo com os documentos judiciais, quando foi questionado por investigadores, Cetin admitiu ter entrado com um rifle numa loja Macy’s em Burlington na noite de sexta-feira e atirado em cinco pessoas.

Cetin foi preso sem incidentes no fim do sábado em Oak Harbor, cerca de 48 km a sudoeste de Burlington.

Cetin, no momento da sua prisão, tinha, segundo descrição, a aparência de um “zumbi” e a razão para o ataque ainda não está clara. O FBI tinha dito previamente que não havia indicações de que o ataque havia sido um “ato de terrorismo”, mas que não podia descartar a possibilidade.

A polícia alega que Cetin abriu fogo na seção de cosméticos da loja, matando quatro mulheres e um homem.

Um vídeo da segurança mostrou Cetin entrando no centro comercial sem o rifle, mas ele foi depois visto no vídeo da loja com uma arma, afirmou a polícia. O rifle foi recuperado no centro comercial.

O ataque se dá depois de uma séria de ações violentas em centros comerciais nos EUA, incluindo o esfaqueamento de nove pessoas em Minnesota em 17 de setembro.

(Reportagem de Tom James)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos