Tailândia estuda regras mais duras para impostos a empresas de tecnologia e internet

Por Manunphattr Dhanananphorn e Eveline Danubrata

BANGKOK/JAKARTA (Reuters) - A Tailândia está estudando planos para endurecer as regras de cobrança de impostos para empresas de internet e tecnologia como o Google, da Alphabet, disse à Reuters o chefe do Departamento de Receita, em meio ao crescente escrutínio das questões fiscais dessas empresas no Sudeste Asiático.

Os planos também cobrem o setor de meios de pagamentos móveis e pela internet, afirmou Prasong Poontaneat, diretor-geral do Departamento de Receita da Tailândia.

A Tailândia está focada em mudar os regulamentos existentes, disse Prasong, acrescentando que uma comissão de trabalho tinha sido criada para encontrar soluções sobre a cobrança de impostos para empresas como Google e outras companhias de tecnologia.

"Estamos estudando essa questão e criamos uma comissão para analisar isso ao longo dos últimos dois meses", disse Prasong à Reuters.

"A ideia é buscar soluções adequadas para a Tailândia e que poderiam envolver uma alteração em alguns regulamentos porque as leis atuais estão desatualizadas e têm sido utilizadas por mais de 50 anos", disse Prasong, acrescentando que espera que a comissão apresente soluções até o fim do ano.

A Reuters telefonou e enviou e-mail ao Google Tailândia para comentar o assunto, mas não houve resposta imediata. O porta-voz do Google Asia Pacific não respondeu imediatamente a um email e uma ligação pedindo comentários.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos