Trump recebe apoio de agentes da imigração dos EUA antes de debate com Hillary

Por Steve Holland

NOVA YORK (Reuters) - O candidato republicano à Presidência dos Estados Unidos, Donald Trump, recebeu nesta segunda-feira uma declaração de apoio do sindicato que representa cinco mil agentes federais de imigração dos EUA, gesto que reforça o endosso à política imigratória do empresário antes de seu primeiro debate com a rival democrata Hillary Clinton.

Trump vem adotando uma postura rígida em relação à imigração ilegal, e propôs a construção de um muro ao longo da fronteira sul com o México e outras medidas para reprimir a onda de pessoas sem documentos que entram no país.

Como é provável que a imigração seja discutida no debate, o Conselho Nacional de Cumprimento da Lei da Imigração e Alfândega, sindicato que representa cinco mil agentes federais de imigração e funcionários adicionais de cumprimento da lei, anunciou que irá apoiar Trump, o que foi descrito como sua primeira declaração de apoio a um candidato para um cargo eletivo.

O presidente do sindicato, Chris Crane, detalhou em um comunicado por que o grupo está apoiando Trump, dizendo que seus membros são "a última linha de defesa para as comunidades norte-americanas" e que seus integrantes "estão impedidos de aplicar as leis de imigração mais básicas".  

Uma pesquisa de opinião CNN/ORC divulgada no dia 7 de setembro apontou que, entre os eleitores registrados, 49 por cento disseram confiar em Hillary para lidar com a imigração, uma pequena vantagem sobre Trump, que apareceu com 47 por cento no levantamento.

Crane disse que o apoio foi decidido em uma votação com os membros do sindicato e que Hillary só recebeu cinco por cento dos votos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos