Fungadas de Trump em debate presidencial viram sensação nas redes sociais

Por Angela Moon

NOVA YORK (Reuters) - O candidato presidencial republicano Donald Trump roubou o show nas redes sociais durante o debate ocorrido na noite de segunda-feira nos Estados Unidos --desta vez pelo que usuários do Twitter apelidaram de #Trumpsniffle (FungadaDeTrump, numa tradução livre).

O rico empresário foi visto e ouvido fungando várias vezes enquanto enfrentava a rival democrata Hillary Clinton em seu primeiro debate, dando ensejo à hashtag.

    A Twittersfera foi tomada por memes e animações bem-humoradas enquanto os telespectadores tentavam entender o que estava fazendo o nariz de Trump escorrer. As paródias @TrumpsSinuses e @TrumpSniff ganharam muitos seguidores instantaneamente.

    Um assistente de campanha disse que Trump, de 70 anos, não está resfriado.

    Vários tuiteiros aproveitaram o episódio para contra-atacar Trump por suas cutucadas repetidas à saúde e ao vigor de Hillary, de 68 anos, que teve pneumonia no começo deste mês.

    "Estou preocupado com a saúde do @verdadeiroDonaldTrump – será que as fungadas são sintomas de algo mais sério? #fungada #noitededebate", tuitou o usuário Scott Charton.

(https://twitter.com/ScottCharton/status/780577081818087424)

    O Twitter disse que o debate foi o momento político mais tuitado na história da empresa. Trump foi o foco de 62 por cento das conversas na plataforma social, informou o Twitter.

    No Facebook, as conversas sobre Trump representaram 79 por cento do bate-papo sobre o debate, e Hillary foi o tema de 21 por cento das conversas.

    Mesmo assim, o sentimento geral pareceu ser favorável à democrata. A empresa de análise de redes sociais Zoomph disse que os tuítes mencionando Hillary terminaram em uma razão de cerca de 1,5 para 1, o que significa que, para cada menção negativa, houve 1,5 menção positiva, segundo a Zoomph.

    O sentimento em relação a Trump variou, mas terminou quase nivelado – uma menção positiva para cada negativa.

    Os tópicos mais tuitados foram economia, política externa, energia e meio ambiente, terrorismo e armas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos