CEO da Vitol não vê aperto no mercado de petróleo antes de 2018

LONDRES (Reuters) - O presidente-executivo da Vitol, maior trading de petróleo do mundo, Ian Taylor, disse nesta quarta-feira que não vê o mercado global de petróleo se apertando antes de 2018.

Ele também expressou ceticismo sobre a importância de um possível acordo da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) sobre o congelamento de produção.

"Se você congelar a produção a um nível que é claramente acima da demanda ... isso é altista?", perguntou Taylor em uma conferência da Bloomberg em Londres.

Os investidores estavam acompanhando de perto a reunião da Opep em Argel nesta semana, esperando que o cartel finalmente chegaria a um plano para resolver o excedente global de petróleo que levou os preços despencarem ante os valores de 2014. Mas, até agora, as conversas não têm avançado.

Taylor disse que seria difícil para o mercado se reequilibrar com uma produção um pouco melhor do que o esperado em meio ao fraco crescimento da economia global.

Ele espera que o crescimento da demanda por petróleo neste ano fique em 1,2 milhão e 1,3 milhões de barris por dia e que o mercado de gás natural liquefeito se mantenha até 2022.

(Por Julia Payne)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos