Governo federal acerta com relator manutenção do prazo de 20 anos para limite de gastos

BRASÍLIA (Reuters) - O relator da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o crescimento dos gastos públicos ao IPCA do ano anterior, deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), afirmou que há "um consenso fechado" com o governo sobre a manutenção do prazo de duração do regime em 20 anos, podendo o indicador de correção ser alterado a partir do 10o ano.

Após sair de sua segunda reunião nesta quarta-feira no Ministério da Fazenda para aparar as arestas do relatório, juntamente com os ministros da Fazenda, Henrique Meirelles, e do Planejamento, Dyogo Oliveira, Perondi avaliou que o texto melhorou, mas ainda não está ótimo.

Por isso, um novo encontro foi marcado na Fazenda para a manhã de segunda-feira.

Mais cedo, Perondi havia dito que o relatório seria lido em comissão especial da Câmara na terça-feira da próxima semana, com expectativa de votação no colegiado na quinta. A votação em primeiro turno da PEC na Casa deve ocorrer no dia 10 ou 11 de outubro.

(Por Marcela Ayres)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos