Vitoriosos do cinema e da TV dos EUA relatam início de carreira humilde

Por Chris Taylor

NOVA YORK (Reuters) - Apesar de hoje viverem em um mundo de glamour, nem todos os vitoriosos de Hollywood cresceram em berço de ouro.

No novo capítulo da série "Primeiros Empregos", a Reuters conversou com alguns dos que triunfaram a respeito de seus inícios de carreira nada promissores.      

 

Jay Roach

Diretor da franquia "Austin Powers", "Entrando Numa Fria"

Primeiro emprego: Entregador de camas

"Durante dois verões dirigi um caminhão por todo o Novo México entregando camas. Foi para uma empresa chamada Sleep World (Mundo do Sono, em inglês), e acho que o slogan era 'Para uma boa noite de sono e tudo o mais!'".

"Eu recebia 2,10 dólares por hora e só tinha 16 ou 17 anos de idade. Tinha que dirigir um caminhão de cinco toneladas e muitas vezes tinha que sair sozinho".

"Eu nunca tinha estado realmente sozinho antes, e lembro que o emprego me ensinou que não há nada de errado em estar sozinho. Eu cantava em voz alta ou contava história para mim mesmo. Foi uma espécie de rito de passagem estranho, dirigir por um Estado grande e vazio com um monte de camas malucas".

"Eu ainda o considero um plano B".

Anthony Hemingway

Diretor de "O Povo Contra O.J. Simpson", "Treme"

Primeiro emprego: fritador de hambúrguer

"Meu primeiro emprego de todos foi em um restaurante fast-food em Wilmington, na Carolina do Norte. Estava trabalhando ilegalmente com 13 anos de idade. Sabia que era novo demais para trabalhar, mas estava determinado a fazer acontecer, porque vários de meus amigos mais próximos trabalhavam lá e eu queria estar com eles".

"Mesmo tendo sido contratado, todo dia meu gerente me pedia minha certidão de nascimento. Usei todas as desculpas imagináveis para não mostrar nenhum documento, até que as desculpas acabaram. Não me permitiram voltar sem minha certidão de nascimento, então eu nunca mais voltei, a não ser para receber meu pagamento".

 

Courtney Kemp Agboh

Roteirista e produtora de "The Good Wife", "Power"

Primeiro emprego: Livraria Barnes & Noble

"Meu primeiro emprego de verdade foi na Barnes & Noble. Comecei ali quando tinha 15 anos de idade em Westport, no Connecticut, e trabalhei ali até o verão entre o segundo e o terceiro ano da faculdade".

"Trabalhei em todos os diferentes departamentos e acabei virando supervisora de entrega e embalagem. Até tinha uma chave, e com 19 anos era gerente. Tinha um desconto de 30 por cento nos livros, e amo livros!".

        

Chris Harrison

Apresentador de "The Bachelor", "Who Wants To Be A Millionaire"

Primeiro emprego: Lixar pisos

"Estava na equipe de lixamento e acabamento da French-Brown Floors em Dallas. Tinha que operar uma máquina afiadora de quase 150 quilos com as costas arqueadas o dia todo e sempre com um calor de 37 graus. Não era muito bom para as minhas costas de 17 anos de idade. Na verdade, provavelmente foi o pior emprego que alguém poderia ter no verão no Texas.

"Mais tarde, em um canteiro de obras, eu realmente cavei valas com uma picareta. Então hoje, quando digo 'ei, gente, não estamos cavando valas aqui', sei do que estou falando. Sou muito grato por estar trabalhando em um estúdio com ar condicionado, ou em uma praia do Havaí gravando este programa bobo".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos