Adolescente suspeito de ter matado o pai e atirado dentro de escola nos EUA é indiciado

CHARLESTON, EUA (Reuters) - Um adolescente da Carolina do Sul, nos Estados Unidos, suspeito de ter matado o pai e ferido dois meninos e uma professora numa escola primária foi indiciado nesta sexta-feira por um assassinato e três tentativas de assassinato, disse o gabinete do advogado da seção judiciária local.

O garoto de 14 anos, cujo nome não foi revelado pelas autoridades, vai permanecer sob custódia por pelo menos mais 48 horas depois ter comparecido a uma sessão de tribunal estadual realizada a portas fechadas nesta sexta-feira, afirmou à Reuters um funcionário do gabinete do advogado da 10ª seção judiciária pelo telefone.

A seção não discutiu se ele será julgado como um adulto, de acordo com o gabinete do advogado.

O adolescente foi preso na quarta-feira depois de, segundo a polícia, ter batido com uma caminhonete contra uma cerca da Escola Fundamental de Townville e então atirado e ferido dois alunos e uma professora.

Antes disso, ele tinha matado a tiros o pai, Jeffrey Osborne, de 47 anos, enquanto o homem assistia TV em casa, a cerca de três quilômetros da escola, de acordo com autoridades.

(Por Harriet McLeod)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos