Missão completa: sonda europeia Rosetta colide com cometa após 12 anos no espaço

Por Victoria Bryan

BERLIM (Reuters) - A Agência Espacial Europeia (ESA) informou nesta sexta-feira que a sonda Rosetta colidiu com um cometa após históricos 12 anos percorrendo mais de 6 bilhões de quilômetros no espaço, numa missão em que forneceu pistas sobre os primeiros dias do sistema solar.

A sonda seguiu o cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko pelo espaço, coletando informações preciosas sobre cometas que deixarão os cientistas ocupados pela próxima década.

Cientistas no centro de controle em Darmstadt, na Alemanha, aplaudiram e se abraçaram após as telas mostrarem a perda de sinal quando a sonda tocou no comenta.

"Obrigado, Rosetta", disse o diretor-geral da ESA, Jan Woerner, em publicação no Twitter após confirmação do pouso.

Woerner estava junto de cerca de 300 pessoas que se juntaram em uma sala de conferência no Congresso Internacional Astronáutico em Guadalajara, no México, para assistir a uma transmissão ao vivo do desaparecimento de sinal da Rosetta, ao mesmo tempo que uma equipe na Alemanha.

"Foi um final bom", disse Klaus Schiling, que trabalhou na missão de planejamento da sonda há 27 anos com a Airbus, à Reuters no México. "Houve muitos altos e baixos nesta missão".

Antes de atingir a superfície do cometer e perder sinal, os instrumentos da sonda e a câmera enviaram dados e imagens, dando aos cientistas mais informações sobre a estrutura do cometa.

Os dados irão revelar informações sobre as paredes laterais do cometa, entendimento crucial sobre a formação e poços, que cientistas acreditam ser essenciais para a liberação de gases e poeiras de cometas quando aquecidos pelo sol.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos