Presidente palestino e Netanyahu se cumprimentam em funeral de Shimon Peres

Por Jeffrey Heller

JERUSALÉM (Reuters) - O presidente palestino, Mahmoud Abbas, e o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, apertaram as mãos e trocaram palavras nesta sexta-feira no funeral do ex-líder israelense Shimon Peres, que ganhou o prêmio Nobel da Paz por negociações de paz com os palestinos.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e outros líderes mundiais se juntaram em Jerusalém dois dias após Peres, ex-presidente e ex-premiê, morrer aos 93 anos.

"Quanto tempo, quanto tempo", disse Abbas a Netanyahu e a esposa do premiê, Sara, após cumprimentá-los antes do início da cerimônia.

Ao receber Abbas, em encontro gravado por participantes em celulares, Netanyahu disse sobre a presença: "isso é algo que aprecio muito em nome do nosso povo e de todos nós".

Mas a rara visita de Abbas à cidade, próximo aos bloqueios militares israelenses em Ramallah, na Cisjordânia ocupada, não deve gerar mais nada além de apertos de mãos.

As negociações entre as duas partes estão congeladas desde 2014 e Netanyahu e Abbas, profundamente divididos sobre assentamentos judeus em territórios que palestinos buscam criar um Estado, não realizam conversas presenciais desde 2010.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos