Polícia francesa entra em confronto com imigrantes perto de Calais

Pascal Rossignol e Pierre Savary

De Calais e Lille, na França

  • Philippe Huguen/AFP

    A polícia francesa atirou canhões de água contra imigrantes

    A polícia francesa atirou canhões de água contra imigrantes

A polícia francesa atirou gás lacrimogêneo e canhões de água contra imigrantes e manifestantes reunidos em protesto, neste sábado, no lado de fora de uma favela próxima a Calais, conhecida como "A Selva", disseram autoridades locais.

Por volta de 200 imigrantes e 50 manifestantes reuniram-se debaixo de uma ponte para protestar contra as condições de moradia no campo próximo, que o presidente François Holland prometeu fechar até o fim do ano.

A polícia entrou em conflito com os imigrantes ao tentar empurrá-los de volta ao campo, enquanto ativistas jogaram pedras nas forças de segurança.

Outros 150 manifestantes que deixaram Paris no sábado em quatro ônibus foram bloqueados pela polícia em um pedágio a aproximadamente 48 kms de distância.

Milhares de imigantes fugindo da guerra e da pobreza, do Afeganistão à Síria, chegaram a Calais nos últimos dois anos.

Muitos tentam entrar em trens que usam o Eurotúnel ou em barcos para chegar ao Reino Unido, onde esperam se estabelecer. A presença de imigrantes levou a tensões com alguns moradores e à presença permanente da polícia. 

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos