Rússia veta pedido da ONU para pôr fim a bombardeio de Aleppo, na Síria

Rússia veta na ONU rascunho de resolução sobre Aleppo

NAÇÕES UNIDAS (Reuters) - A Rússia vetou neste sábado uma resolução do Conselho de Segurança das Nações Unidas redigida pela França, que pedia o fim imediato dos ataques aéreos e voos militares sobre a cidade síria de Aleppo e pedia trégua e acesso a ajuda humanitária através da Síria.

É a quinta vez que a Rússia veta uma resolução da ONU sobre a Síria durante o conflito que já dura mais de cinco anos. Nas quatro vezes anteriores, Moscou foi apoiada por Pequim, mas neste sábado a China se absteve de votar.

Angola também se absteve, enquanto a Venezuela se uniu à Rússia no voto contra o texto. Dos 15 membros do conselho, 11 votaram a favor da versão preliminar da resolução.

Uma resolução da ONU precisa de nove votos a favor e nenhum veto para ser adotada. Estados Unidos, França, Reino Unido, Rússia e China têm poder de veto.

(Por Michelle Nichols)

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos