PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Líder da oposição em Belarus rasgou passaporte para impedir deportação, diz aliado

Ação foi resposta de Maria Kolesnikova (foto) à tentativa das autoridades bielorrussas de expulsá-la para a Ucrânia - VASILY FEDOSENKO/REUTERS
Ação foi resposta de Maria Kolesnikova (foto) à tentativa das autoridades bielorrussas de expulsá-la para a Ucrânia Imagem: VASILY FEDOSENKO/REUTERS

Pavel Polityuk

Da Reuters, em Kiev (Ucrânia)

08/09/2020 16h00

Líder da oposição em Belarus, Maria Kolesnikova rasgou seu passaporte na fronteira do país com a Ucrânia e jogou fora os pedaços para frustrar uma tentativa das autoridades bielorrussas de expulsá-la para a Ucrânia, informou hoje seu aliado Anton Radnenkov.

Radnenkov disse a repórteres em Kiev que ele, outro companheiro chamado Ivan Kravtsov e Kolesnikova foram levados para a fronteira na madrugada desta terça por homens à paisana, mas que Kolesnikova não completou a travessia.

Kravtsov disse que não sabia o paradeiro atual de Kolesnikova, mas achava que ela poderia estar sob custódia do serviço de segurança bielorrusso.

Internacional