PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Israel endurece lockdown em "esforço final" para conter covid enquanto vacinação avança

Israel endurece lockdown em "esforço final" para conter Covid enquanto vacinação avança - Shutterstock
Israel endurece lockdown em "esforço final" para conter Covid enquanto vacinação avança Imagem: Shutterstock

05/01/2021 19h28

Israel irá apertar o atual lockdown nacional para conter uma alta brusca no número de casos de Covid-19, anunciou em nota o gabinete do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, nesta terça-feira.

O lockdown mais rigoroso —que entra em vigor à meia-noite da próxima sexta-feira e vai durar 14 dias— irá constituir "um esforço final" enquanto o país avança com sua rápida campanha de vacinação, afirmou Netanyahu.

Israel lidera o mundo em vacinações contra a Covid-19, e já inoculou quase 15% de sua população de 9,3 milhões de habitantes. Autoridades esperam que o país possa sair da pandemia já em fevereiro, caso o programa mantenha esse ritmo.

Mas os novos casos dispararam desde o início da vacinação em 19 de dezembro, chegando a um total diário de mais de 8.300 nesta terça-feira, o maior em meses. O atual lockdown em Israel é o terceiro desde o início da pandemia, e foi estabelecido em 27 de dezembro.

"Eu peço a todos os cidadãos de Israel: vamos fazer um esforço final", disse Netanyahu. "É assim que seremos os primeiros do mundo a nos livrarmos do coronavírus, é assim que vamos abrir nossa economia".

Uma lista de medidas reforçadas e detalhadas será apresentada ao governo para aprovação final no próximo dia, segundo informou a nota do gabinete de Netanyahu.

Internacional