PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Paciência dos EUA com Irã para retomar negociações por pacto nuclear 'não é ilimitada'

O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, acompanha discurso da vice Kamala Harris em Wilmington, Delaware - Roberto Schmidt/AFP
O presidente eleito dos Estados Unidos, Joe Biden, acompanha discurso da vice Kamala Harris em Wilmington, Delaware Imagem: Roberto Schmidt/AFP

Humeyra Pamuk, Daphne Psaledakis e Simon Lewis

24/02/2021 20h31

A paciência dos Estados Unidos com o Irã para voltar às discussões sobre o acordo nuclear de 2015 não é ilimitada, afirmou o porta-voz do Departamento de Estado norte-americano Ned Price nesta quarta-feira.

O Irã ainda não respondeu formalmente a uma proposta feita na semana passada pelos EUA para conversar com o Irã em uma reunião conjunta com os países que negociaram o acordo.

Perguntado em um pronunciamento à imprensa se haveria uma data de vencimento para a proposta, Price disse que as medidas do Irã que o afastam do cumprimento das restrições a atividades nucleares estipuladas pelo acordo de 2015 tornaram a questão um "desafio urgente" para os Estados Unidos.

"Nossa paciência não é ilimitada, mas acreditamos, e o presidente tem sido claro nisso (...) que a maneira mais eficiente de garantir que o Irã nunca possa adquirir uma arma nuclear é através da diplomacia", afirmou Price.

Internacional