PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Conteúdo publicado há
1 mês

Assessor de presidente da Ucrânia sobrevive a tentativa de assassinato

Pavel Polityuk e Natalia Zinets

Em Kiev

22/09/2021 09h24

Uma rajada de tiros de arma automática atingiu um carro que transportava um assessor graduado do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelenskiy, hoje, um incidente que uma autoridade de alto escalão classificou como uma tentativa de assassinato e que Zelenskiy disse poder ser uma mensagem direcionada a ele.

O assessor, Serhiy Shefir, escapou ileso, mas a polícia disse que seu motorista ficou ferido depois que mais de 10 balas atingiram o carro perto do vilarejo de Lesnyky, nos arredores da capital Kiev.

Uma rede de televisão local disse que se podia ver ao menos 19 buracos de bala do lado do motorista.

A polícia disse em um comunicado que iniciou uma investigação criminal por suspeita de assassinato premeditado.

Zelenskiy, que está em Nova York para a Assembleia-Geral da ONU (Organização das Nações Unidas), disse que por ora não sabe quem foi responsável pelo ataque, que chocou a elite política do país.

"Ainda não sei quem esteve por trás disso. Me enviar uma mensagem baleando meu amigo é fraqueza", disse.

Shefir é próximo do presidente e lidera um grupo de assessores.

Zelenskiy assumiu o poder prometendo enfrentar os oligarcas ucranianos e combater a corrupção. Mykhailo Podolyak, um de seus assessores, disse que a tentativa de assassinato poderia ser resultado da campanha contra a oligarquia.

Zelenskiy disse que intensificará as reformas que pretende fazer no país, e não recuará.

Internacional