PUBLICIDADE
Topo

Coronavírus

Conteúdo publicado há
3 meses

Japão tem recorde de 27 mil casos de covid-19; governo avalia restrições

O país teve mais de 27 mil novos casos, disse a emissora TBS - Reuters
O país teve mais de 27 mil novos casos, disse a emissora TBS Imagem: Reuters

Da Reuters

18/01/2022 07h32Atualizada em 18/01/2022 07h47

Os novos casos de covid-19 no Japão saltaram para um recorde nesta terça-feira, noticiou a mídia local, enquanto o governo considerava expandir medidas para conter a variante ômicron do coronavírus, altamente contagiosa.

O país teve mais de 27 mil novos casos, disse a emissora TBS, superando a alta anterior vista em agosto, pouco depois que Tóquio sediou os Jogos Olímpicos de Verão.

O governo da região de Osaka, no oeste, registrou um recorde de 5.396 novos casos, enquanto Tóquio teve 5.185, o maior número desde 21 de agosto.

Tóquio e outros 12 governos regionais solicitaram medidas de combate às infecções ao governo central, disse o ministro da Economia, Daishiro Yamagiwa, aos repórteres, em meio à preocupação de que as infecções pela Ômicron irão sobrecarregar o sistema de saúde.

As medidas permitem que os governadores ordenem restrições à mobilidade e aos negócios, incluindo horários de funcionamento mais curtos para bares e restaurantes. Uma decisão oficial sobre as medidas quase emergenciais, como são chamadas, pode ser declarada já na quarta-feira, disse o jornal Yomiuri.

Isso se seguiria às restrições decretadas no início deste mês em três regiões que abrigam instalações militares dos Estados Unidos, após aparentemente surtos da ômicron nessas bases se espalharem para a população japonesa.

A taxa de ocupação de leitos hospitalares em Tóquio para pacientes com covid-19, uma métrica analisada de perto, subiu para 23,4% na terça-feira. Um aumento para 50% justificaria a declaração de um estado de emergência completo, disseram as autoridades.

Coronavírus