Encontrada em SP cocaína "batizada" com droga cem vezes mais potente que morfina, diz polícia

Do UOL, em São Paulo

A Polícia Civil de São Paulo estourou na noite da última quarta-feira (15) um laboratório de refino de cocaína em uma chácara em Juquitiba, na Grande São Paulo, e prendeu dois homens. Segundo os policiais do Deic (Departamento Estadual de Investigações Criminais), o grupo utilizava na mistura um anestésico cem vezes mais potente para simular maior pureza à cocaína.

A equipe apreendeu várias caixas do produto e 20 quilos de cocaína. A polícia apurava informações sobre um laboratório de refino de droga cuja produção abastecia o mercado consumidor das cidades de Itapecerica da Serra e Embu-Guaçu, ambas na Grande São Paulo. As investigações permitiram identificar a localização e o veículo utilizado para abastecer os pontos de venda.

O laboratório funcionava na estrada Estância Belvedere. Os investigadores detiveram o motoboy Diógenes Daniel Dias Xavier, de 30 anos, e o ajudante Rafael Rodrigo de Araújo Silva, de 23. Os policiais desmontaram toda a estrutura montada no imóvel. A equipe apreendeu na chácara três veículos: um GM Corsa, um GM Classic e um Renault Logan, que contava com um compartimento secreto para o transporte da droga.

 

Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos