Terremoto de magnitude 7.1 atinge centro do Chile e obriga evacuação de região litorânea

Do UOL, em São Paulo*

Um forte terremoto de magnitude 7.1 atingiu o centro do Chile neste domingo, informou o instituto geológico americano (USGS, da sigla em inglês), sem que até o momento tenham sido reportadas vítimas ou risco de tsunami, segundo as autoridades chilenas.

O Escritório Nacional de Emergências do Chile (Onemi) situou o terremoto em magnitude 6,4 e informou que não foi registrado um número considerável de feridos, apenas um lesionado devido a um acidente de trânsito na região de Biobío, e, segundo o Ministério do interior, houve "alguns feridos", sem dar números.

"Até este momento não temos registradas vítimas fatais. Há algumas evidências de feridos, que infelizmente sofreram danos por quedas de muros", disse o ministro do Interior, Rodrigo Hinzpeter.

O Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Marinha chilena descartou a possibilidade de um tsunami na costa, afirmou um funcionário do Escritório Nacional de Emergências em coletiva de imprensa.

Veja fotos do terremoto que atingiu o Chile em 2010
Veja Álbum de fotos

Segundo o instituto geológico americano (USGS), que inicialmente informou uma magnitude de 7,2, o terremoto ocorreu às 22h37 GMT (19h37 de Brasília), a 32 km da cidade de Talca e a uma profundidade de 30 km.

Talca está localizada a mais de 300 km ao sul de Santiago, em uma região que em 27 de fevereiro de 2010 sofreu um tremor de magnitude 8,8, seguido por um forte tsunami, deixando mais de 500 mortos. Em cidades do sul como Talca, centenas de pessoas saíram às ruas para se proteger do terremoto, percebido por quase um minuto.

Em Santiago, o tremor foi sentido com força nos edifícios mais altos, causando pânico em locais públicos como shoppings, supermercados e no estádio onde ocorria uma partida de futebol entre Colo Colo e Cobreloa.

Evacuação

Cerca de 7.000 pessoas foram evacuadas esta noite na região de Maule depois que o governo decretou a evacuação "por razões preventivas".
Os habitantes desse lugar, que foram colocados a 30 metros acima do nível do mar, acenderam algumas fogueiras para passar a noite, à espera de que a situação se normalize e se descarte definitivamente algum perigo no litoral.

"A Onemi decretou a evacuação preventiva da sétima região" devido a "observações de um certo recolhimento do mar", informou o porta-voz do governo, Andrés Chadwick.

O diretor da Onemi na região do Maule baseou sua decisão "em uma informação de caráter visual de um certo recolhimento do mar, que não está ratificada por elementos técnicos do Serviço Hidrográfico e Oceanográfico da Marinha (SHOA) nem por organizações internacionais", afirmou Chadwick.

O porta-voz do executivo destacou que a evacuação é de caráter "preventivo", pela vontade do governo de "proteger" a população de qualquer evento.

Imediatamente após o forte terremoto de magnitude 7,1 que atingiu o centro do Chile, a Onemi ordenou a evacuação da costa entre a região de Los Lagos e Valparaíso. No entanto, minutos mais tarde, a ordem foi cancelada, depois que a SHOA descartou o risco de tsunami.

O terremoto deste domingo ocorreu na mesma região em que em 27 de fevereiro de 2010 ocorreu um tremor de magnitude 8,8, seguido de um tsunami, provocando a morte de mais de 500 pessoas. (Com agências internacionais)

titulo-box Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos