Tsunami causado por forte terremoto provoca mortes e destruição nas Ilhas Salomão

Do UOL, em São Paulo

  • Pacific Tsunami Warning/Reuters

    Boletim divulgado pelo Serviço de Alerta de Tsunamis do Pacífico mostra área afetada pelo alerta de tsunami que se seguiu ao terremoto

    Boletim divulgado pelo Serviço de Alerta de Tsunamis do Pacífico mostra área afetada pelo alerta de tsunami que se seguiu ao terremoto

Pelo menos cinco pessoas morreram e três aldeias foram destruídas nesta quarta-feira (6), depois que um tsunami atingiu as Ilhas Salomão, no Pacífico Sul. As ondas gigantes foram provocadas por um terremoto de magnitude 8 na escala Richter, que ocorreu a 347 quilômetros da cidade de Kira Kira, e foi seguido de várias réplicas de até 6,6 graus. Desde terça (5), essa região sofreu pelo menos dez sismos, com magnitudes entre 4,9 e 6,2 graus..

O tremor ocorreu à 10h12 do horário local (23h12 de ontem em Brasília) e seu foco foi registrado a 5,8 km de profundidade no mar na província de Santa Cruz, no sudeste das Ilhas Salomão, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos.

Entre os mortos, estão quatro idosos e uma criança, segundo a polícia local. Mais de 50 casas em três aldeias das Ilhas Salomão foram arrasadas pelo impacto do tsunami.

O comissário de polícia das Ilhas Salomão, John Lansley, confirmou à emissora australiana "ABC" que "três aldeias, possivelmente quatro", foram destruídas pelas ondas que atingiram a cidade de Lata, em Temotu. O alto comando policial acrescentou que parte da pista do aeroporto da cidade foi danificada, o que prejudicará eventual envio de ajuda humanitária.

"O tsunami pode ser destrutivo ao longo das costas próximas ao epicentro do terremoto e também seria uma ameaça para costas mais distantes. As autoridades devem promover as ações apropriadas em resposta a essa possibilidade", informou o Serviço de Alerta de Tsunami do Pacífico. Uma onda de 90 centímetros atingiu Lata, alagando alguns vilarejos e o principal aeroporto da cidade. Moradores buscaram refúgio em locais elevados.


Poucos minutos após o sismo, o Serviço emitiu um alerta de tsunami para as Ilhas Salomão e também para Vanatu, Papua Nova Guiné, Nova Caledônia, Fiji, Kiribati e outros arquipélagos da região. O boletim ainda põe em vigilância Nova Zelândia e Austrália, entre outros países.

Veja fotos de forte terremoto que sacodiu o Mianmar, na Ásia, em novembro de 2012
Veja Álbum de fotos

Alerta amarelo no Japão

A Agência Meteorológica do Japão ativou nesta quarta-feira o alerta amarelo de tsunami em toda a costa oriental do arquipélago devido ao terremoto. O organismo acredita que o mar poderá subir cerca de 50 centímetros por volta das 18h locais (7h de Brasília).

A televisão pública japonesa pediu à população das áreas sob o alerta que se afaste do litoral como forma de precaução. Além disso, a emissora transmite imagens em tempo real das câmeras instaladas nos portos e nas praias da maior parte dos municípios afetados.

Abalos sísmicos nas Ilhas Salomão

Em 2007, um terremoto de 8,1 graus na escala Richter causou 52 mortes nas Ilhas Salomão, formadas por cerca de 1.000 ilhas e com uma população de 523 mil pessoas.

As Ilhas Salomão ficam sobre o chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica atingida por cerca de sete mil tremores todos os anos. (Com agências internacionais)

Últimas de Internacional

 

Shopping UOL

UOL Cursos Online

Todos os cursos