PUBLICIDADE
Topo

Coluna

Chico Alves


PSL deve expulsar Bia Kicis e outros cinco que votaram contra o Fundeb

Deputada Bia Kicis  - Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Deputada Bia Kicis Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Chico Alves

Chico Alves é jornalista, por duas vezes ganhou o Prêmio Embratel de Jornalismo e foi menção honrosa no Prêmio Vladimir Herzog. Foi editor-assistente na revista ISTOÉ e editor-chefe do jornal O DIA. É co-autor do livro 'Paraíso Armado', sobre a crise na Segurança Pública no Rio, em parceria com Aziz Filho.

Colunista do UOL

24/07/2020 04h00Atualizada em 24/07/2020 09h56

As más notícias para a deputada federal Bia Kicis (PSL-DF) não se resumem à perda da vice-liderança do governo no Congresso. Dirigentes pesselistas pretendem expulsá-la do partido, juntamente com os outros cinco deputados que votaram contra a PEC do Fundeb. A representação contra Bia será a primeira a chegar ao conselho de ética do PSL.

"É um absurdo os diversos posicionamentos contrários à sociedade vindos desses deputados bolsonaristas, que no final acabam maculando a imagem do PSL", diz o deputado Júnior Bozzella, presidente do partido em São Paulo e vice-presidente nacional. "A expulsão é o caminho mais justo. O voto deles, contrário ao novo Fundeb, prova o quanto estão desalinhados e descomprometidos com a educação do nosso país, totalmente na contramão de tudo aquilo que a legenda defende".

Também votaram contra a PEC os deputados pesselistas Chris Tonietto (RJ), Filipe Barros (PR), Luiz Phillipe de Orleans e Bragança (SP), Junio Amaral (MG) e Márcio Labre (RJ).

A previsão é que até terça-feira a representação chegue à Executiva Nacional da legenda. Os responsáveis pelo departamento jurídico ainda estudam a possibilidade de fazer uma mesma representação para todos os seis parlamentares. Até o momento, o mais certo é que o texto contra Bia Kicis seja o primeira da fila.

Júnior Bozzella diz que recebeu reclamações de vários filiados e entidades pedindo que os parlamentares que votaram contra o Fundeb sejam alijados do partido. Depois de receber a representação, o conselho de ética emite o parecer e encaminha para a Executiva. A decisão final é do diretório, em votação.

Chico Alves