PUBLICIDADE
Topo

Constança Rezende

Joice Hasselmann demite 68 funcionários da comunicação da Câmara

8.out.2019 - A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) durante sessão para deliberar projetos de lei do Congresso - Luis Macedo/Câmara dos Deputados
8.out.2019 - A deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) durante sessão para deliberar projetos de lei do Congresso Imagem: Luis Macedo/Câmara dos Deputados
Constança Rezende

É colunista do UOL em Brasília. Passou pelas redações do Estadão no Rio de Janeiro, O DIA e Jornal do Commercio.

Colunista do UOL

24/07/2020 15h58Atualizada em 24/07/2020 15h59

A deputada Joice Hasselmann (PSL-SP) demitiu 68 funcionários da Secretaria de Comunicação da Câmara dos Deputados, órgão comandado por ela desde o dia 10 de junho.

O corte representou 23% da equipe composta por 289 pessoas do quadro técnico e de jornalismo de veículos comandados pela secretaria (TV e Rádio Câmara, Voz do Brasil, redes sociais, Secretaria de Participação, Interação e Mídias Digitais, portal, eventos, visitas guiadas, plenário e comissões).

Joice, que rompeu com o governo de Jair Bolsonaro (sem partido), avaliou que a equipe era grande e onerosa, mesmo com o volume grande de trabalho. Segundo a parlamentar, o setor precisava passar por uma "reestruturação" e anunciou que mudará "toda a programação".

"Em função da pandemia e da redução de conteúdo da rádio e da TV Câmara pedi readequação dos contratos pelo bom zelo do dinheiro público. Essa demanda de redução da conta dos veículos de comunicação da Casa estava parada na secretaria de comunicação há mais de um ano. É preciso responsabilidade com cada centavo do dinheiro do contribuinte", disse.

Joice foi designada secretária de Comunicação por ato do presidente da Câmara, deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ). Dez deputados do PSL da ala bolsonarista tentaram tirá-la do cargo via Justiça, mas o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), negou o pedido.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Constança Rezende