PUBLICIDADE
Topo

Bolsonaro deu conteúdo oposicionista a Mandetta

Josias de Souza

Josias de Souza é jornalista desde 1984. Nasceu na cidade de São Paulo, em 1961. Trabalhou por 25 anos na "Folha de S.Paulo" (repórter, diretor da Sucursal de Brasília, Secretário de Redação e articulista). É coautor do livro "A História Real" (Editora Ática, 1994), que revela bastidores da elaboração do Plano Real e da primeira eleição de Fernando Henrique Cardoso à Presidência da República. Em 2011, ganhou o Prêmio Esso de Jornalismo (Regional Sudeste) com a série de reportagens batizada de "Os Papéis Secretos do Exército".

Colunista do UOL

07/04/2020 11h54

Jair Bolsonaro conseguiu a façanha de atribuir um conteúdo oposicionista ao ministro mais popular da temporada. Mantido no cargo de ministro da Saúde graças à interferência dos militares que se esforçam para presidir o presidente, Henrique Mandetta declarou: "Nós vamos continuar, porque, continuando, a gente vai enfrentar o nosso inimigo. O nosso inimigo tem nome e sobrenome. É o Covid-19."

Na sequência, ao discorrer sobre o seu drama para os jornalistas, Mandetta deixou claro que seu principal inimigo não é o vírus, mas Bolsonaro. O ministro repetiu o seu mantra: "Médico não abandona paciente. E não vou abandonar". Ficou entendido que sua saída, que ocorrerá cedo ou tarde, virá por obra e graça da caneta de Bolsonaro, cuja valentia foi convenientemente adiada.

Josias de Souza