PUBLICIDADE
Topo

Receba os novos posts desta coluna no seu e-mail

Email inválido
Seu cadastro foi concluído!
reinaldo-azevedo

Reinaldo Azevedo

mauricio-stycer

Mauricio Stycer

josias-de-souza

Josias de Souza

jamil-chade

Jamil Chade

Josmar Jozino

Justiça solta 9 de 14 réus acusados por tráfico de drogas na 'cracolândia'

Fluxo na "cracolândia" na rua Helvétia, região central de SP - WAGNER VILAS/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Fluxo na "cracolândia" na rua Helvétia, região central de SP Imagem: WAGNER VILAS/AGÊNCIA O DIA/AGÊNCIA O DIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Josmar Jozino

Sobre o Autor - Josmar Jozino é jornalista desde 1985. Autor de quatro livros, sendo três sobre crime organizado entre eles, "Cobras e Lagartos", obra referência sobre a facção criminosa PCC que recebeu menção honrosa do Prêmio Jornalístico Vladimir Herzog em 2005

Colunista do UOL

02/06/2022 15h37Atualizada em 02/06/2022 15h37

A Justiça de São Paulo decidiu ontem (1º) soltar 9 das 14 pessoas presas na região da "cracolândia" no dia 27 de janeiro deste ano, acusadas de vender drogas nas proximidades da praça Júlio Prestes, popularmente conhecida como "praça do Cachimbo", no centro da cidade.

A determinação é da juíza Teresa de Almeida Ribeiro Magalhães, da 18ª Vara Criminal. A magistrada absolveu quatro dos 14 réus acusados por tráfico por entender que os indícios existentes contra eles não eram suficientes e também porque havia dúvida se estavam vendendo drogas.

Outros cinco réus foram condenados a dois anos e seis meses de prisão. A pena deles, no entanto, foi substituída por prestação de serviços à comunidade e doação de um salário mínimo para entidade pública ou privada com destinação social. Eles vão poder recorrer em liberdade.

A magistrada condenou outros cinco réus a cinco anos e dez meses de prisão em regime fechado. São eles: Juliana Cristina Alves da Silva, Warley Batista Araújo, Elisângela Almeida Silva, Luana Cristina da Silva e Pabulo Vieira dos Santos. Todos têm antecedentes criminais.

Juliana e Warley possuem uma reincidência criminal. Já Elisângela, Luana e Pabulo têm, cada um, duas reincidências. Eles tiveram a pena aumentada justamente por esse motivo.

As 14 pessoas foram presas durante mais uma fase da Operação Caronte, deflagrada por policiais civis para combater o tráfico de drogas na região da "cracolândia". Segundo a Polícia Civil, as ações começaram a ser desencadeadas em 18 de junho do ano passado.

A reportagem não conseguiu contato com os advogados dos réus, mas publicará a versão de todos na íntegra assim que houver a manifestação dos defensores.

Mais de 100 presos

O delegado Roberto Monteiro, da 1ª Seccional (centro), disse que até agora foram presos 111 traficantes de drogas que abasteciam a "cracolândia". O policial acrescentou que os acusados não frequentavam o fluxo e foram detidos em flagrante na região central.

A delegada-assistente da 1ª Seccional, Vanessa Guimarães, explicou que os presos foram flagrados em hotéis e em outras localidades no entorno da "cracolândia".

A maioria dos processos contra os 111 presos na "cracolândia" continuam tramitando em diversas varas criminais do Fórum da Barra Funda, na zona oeste de São Paulo.