Rogério Gentile

Rogério Gentile

Siga nas redes
Reportagem

Ratinho é condenado por não pagar médico que atendeu sua mãe

A Justiça paulista condenou o apresentador Ratinho a pagar R$ 21,7 mil a um médico que atendeu sua mãe em 2019. Os valores ainda serão corrigidos por juros e correção monetária.

Em novembro de 2019, Maria Talarico Massa, mãe do apresentador, foi internada no Hospital Albert Einstein e, posteriormente, no Hospital São Luiz. De acordo com o processo, nos dois hospitais, por indicação do cirurgião Jorge Pagura, ela recebeu acompanhamento clínico do médico Sergio Felizola e de sua equipe.

Os advogados do médico disseram à Justiça que, no entanto, o pagamento pelos serviços prestados nunca foi feito, a despeito de várias tentativas de se fazer a cobrança de forma amigável.

Ratinho, na defesa apresentada à Justiça, afirmou que pagou todos os serviços hospitalares, bem como o corpo clínico que atendeu sua mãe, gastando mais de R$ 340 mil.

"Não existe qualquer débito com o hospital ou com qualquer médico que, porventura, a tenha atendido", declarou à Justiça.

O juiz Sang Duk Kim não aceitou a argumentação e disse que ficou provado que os pagamentos feitos não se referem aos honorários do médico. "A dívida remanesce", afirmou.

Ratinho ainda pode recorrer.

Reportagem

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Veja também

Deixe seu comentário

Só para assinantes