PUBLICIDADE
Topo

Tales Faria

ANÁLISE

Texto baseado no relato de acontecimentos, mas contextualizado a partir do conhecimento do jornalista sobre o tema; pode incluir interpretações do jornalista sobre os fatos.

Terá Daniel Silveira combinado com Bolsonaro jogar ônus no Congresso?

                                 Deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) fez ataques aos ministros do STF                               -                                 Reprodução/Facebook
Deputado Daniel Silveira (PSL-RJ) fez ataques aos ministros do STF Imagem: Reprodução/Facebook
Tales Faria

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, ?Todos os Sócios do Presidente?, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Chefe da Sucursal de Brasília do UOL

17/02/2021 13h15

Parece coisa combinada. O deputado bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ) cria um fato consumado: xingou e ameaçou com surras ministros do Supremo Tribunal Federal até ser preso.

Agora a Câmara dos Deputados terá que decidir se manda soltar o malcriado que feriu as regras mínimas da democracia, ou se deixa o truculento preso.

Se solta, o Congresso se tornará alvo de acusações de corporativismo. E ainda dará aval a que outros parlamentares, igualmente trogloditas, partam para cima dos ministros do Supremo Tribunal Federal.

A turma bolsonarista radical do Parlamento poderá incitar seus seguidores das ruas a apedrejar os integrantes da corte máxima do país, ou mesmo a invadir a sede do Legislativo.

Mas se o Congresso optar por manter preso Daniel Silveira, chamará para si a ira dos bolsonaristas. E poderá abrir caminho para que outros parlamentares também sejam presos. E sabemos que há motivos de sobra para vários deputados serem abordados pela Justiça.

Ou seja, combinado ou não, Daniel Silveira prestou um grande serviço a Bolsonaro: colocou o Congresso contra a parede. E qualquer que seja a decisão dos deputados, serão cobrados. Pelo sim, ou pelo não, o ônus é do Parlamento.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL