PUBLICIDADE
Topo

Tales Faria

REPORTAGEM

Texto que relata acontecimentos, baseado em fatos e dados observados ou verificados diretamente pelo jornalista ou obtidos pelo acesso a fontes jornalísticas reconhecidas e confiáveis.

Ciro Nogueira disse em entrevista em 2017: "Bolsonaro é fascista"

Tales Faria

Tales Faria largou o curso de física para se formar em jornalismo pela UFRJ em 1983. Foi vice-presidente, publisher, editor, colunista e repórter de alguns dos mais importantes veículos de comunicação do país. Desde 1991 cobre os bastidores do poder em Brasília. É coautor do livro vencedor do Prêmio Jabuti 1993 na categoria Reportagem, ?Todos os Sócios do Presidente?, sobre o processo de impeachment de Fernando Collor de Mello. Participou, na Folha de S.Paulo, da equipe que em 1986 revelou o Buraco de Serra do Cachimbo, planejado pela ditadura militar para testes nucleares.

Chefe da Sucursal de Brasília do UOL

21/07/2021 13h13Atualizada em 21/07/2021 16h45

Alguém já disse que a política é a arte de mudar de posição. O senador Ciro Nogueira (PP-PI), provável futuro ministro-chefe da Casa Civil de Bolsonaro para comandar a coordenação política do governo era um dos maiores aliados do PT.

Na verdade, continua se dizendo amigo pessoal do ex-presidente Luís Inácio da Silva.

Quanto ao presidente Jair Bolsonaro, eis o que ele dizia em 2017: "Bolsonaro é fascista."

Mudou de posição. Presidente nacional do PP, Ciro levou seu partido para a base do governo. Tornou-se membro da CPI da Covid, designado para integrar a tropa de choque de Bolsonaro.

Mas andava sumido da CPI, especialmente depois que o presidente resolveu bater de frente com o Congresso, por conta da aprovação do aumento de dotação para Fundo Eleitoral de 2022.

Agora, pelo jeito, Bolsonaro e o PP estão se acertando...