Topo

UOL Confere

Uma iniciativa do UOL para checagem e esclarecimento de fatos


Cesar Cielo não acusou o ex-presidente Lula de o ter ameaçado

Arte UOL/Satiro Sodré/SSPress
Imagem: Arte UOL/Satiro Sodré/SSPress

Lucas Borges Teixeira

Colaboração para o UOL, em São Paulo

2019-03-25T04:02:00

25/03/2019 04h02

Voltou a circular pelas redes sociais uma suposta mensagem atribuída ao nadador Cesar Cielo acusando o ex-presidente Lula de o ter ameaçado depois do Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, quando ele ganhou medalha de ouro.

Quando me tornei campeão olímpico e me neguei a ir à cerimônia no Palácio do Planalto pedir a bênção e fazer propaganda do presidente da República como fizeram os outros atletas, tive problema com o presidente Lula. Fui ameaçado pelo presidente Lula, dele suspender o patrocínio que eu recebia dos Correios. Ele vivia telefonando para os meus pais e não os deixava trabalhar sossegados. Fiquei muito nervoso e devido a tudo isso treinei mal durante uns tempos.

A imagem compartilhada com o texto, que tem a foto do nadador, diz querer mostrar "o autoritarismo do governo Lula e do PT".

FALSO: Cesar Cielo não acusou Lula de o ter ameaçado

A mensagem é antiga e deturpa uma crítica feita pelo nadador à CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos) após os Jogos Olímpicos de Pequim. O UOL não encontrou qualquer denúncia pública feita por Cielo contra Lula.

Em setembro de 2008, o nadador deu uma entrevista em que dizia não associar sua conquista na Olimpíada à CBDA, "porque a Confederação pouco teve a ver com ela".

A entrevista, em que ele dizia que "eles vão ter que me aguentar", foi amplamente noticiada pela imprensa brasileira na época, entre eles o jornal "O Estado de S.Paulo", citado na mensagem como fonte da acusação de Cielo contra Lula. O nome do ex-presidente, no entanto, não é mencionado.

Já a reportagem publicada pelo UOL explica a história do nadador não ter ido a um evento com o ex-presidente. Segundo o próprio Cielo, ele não foi à Brasília porque treinava nos Estados Unidos. Não há menção a "pedir a bênção" ou qualquer acusação contra Lula.

"Na época o Coaracy [Nunes, então presidente da CBDA] ficou ligando para os meus pais e queria que eu largasse tudo para ir ao evento", reclamou o nadador.

Mensagem usa datas erradas

Além disso, a corrente ainda confunde as datas. O texto que pertenceria a Cielo diz que ele se recusou a ir ao Palácio do Planalto após sagrar-se campeão olímpico quando, na verdade, o evento aconteceu no momento de renovação do patrocínio dos Correios, antes dos Jogos. O nadador não foi, aliás, porque estava treinando para esta competição.

Dada a repercussão das declarações, Cielo se retratou no dia seguinte, após uma reunião com Coaracy. "Vi que em vários pontos eu estava errado", afirmou o nadador. Mais uma vez, não há menções a Lula.

Durante a apuração, a reportagem encontrou a mesma mensagem sendo reproduzida desde 2010, em diferentes momentos e contextos.

O UOL procurou o nadador por meio de assessoria, mas não teve as perguntas respondidas até o fechamento da matéria.

À reportagem, a assessoria do ex-presidente Lula afirmou que a ameaça não procede. "É preciso investigar os grupos que espalham mentiras na internet, que pautam sua atuação política pela disseminação de fake news", declarou a equipe.

O UOL Confere é uma iniciativa do UOL para combater e esclarecer as notícias falsas na internet. Se você desconfia de uma notícia ou mensagem que recebeu, envie para uolconfere@uol.com.br.

Mais UOL Confere